O que são Danças Circulares?

                É um movimento cultural mundial, criado pelo bailarino e artista plástico  “alemão/polonês” Bernhard Wosien, na década de cinquenta e se espalhou pelo  planeta divulgado pela comunidade escocesa de Findhorn.

                As Danças Circulares, apesar de também serem conhecidos como Danças  Circulares Sagradas, não estão vinculadas a movimentos religiosos, mas, a ritmos  e culturas do mundo todo.

                É uma forma de “meditação ativa” que geralmente acontece em círculos e  proporciona além de uma viagem cultural por ritmos oriundos de todo o mundo, um  mergulho ao nosso interior conectando-nos com nossa verdadeira essência,  formando seres humanos mais conscientes e aproximando as relações com as  pessoas e o planeta.

                O movimento chegou ao Brasil na década de 80 em Nazaré Paulista, interior do estado de São Paulo, e espalhou-se por todo o território nacional, atrelando-se às nossas danças indígenas e cirandas de roda. Hoje, existem festivais, encontros, oficinas variadas e cursos de pós-graduação em Danças Circulares. O crescimento do movimento reflete-se principalmente nas áreas da educação, saúde e em empresas.

                A dança circular melhora a auto-estima, concentração, coordenação motora, equilíbrio, lateralidade, convívio social, combate o sedentarismo e estimula ações cooperativas. Pode ser praticada por adultos, crianças, idosos e pessoas com necessidades especiais que queiram partilhar momentos de lazer, alegria e aprendizado em grupo.